Chegam a 22 casos da gripe na Costa Rica

San José, 19 mai (EFE).- O número de pessoas que contraíram o vírus da gripe suína na Costa Rica já chegou a 22, entre os quais foram registrados os primeiros contágios internos, confirmaram hoje as autoridades de saúde.

EFE |

A ministra da Saúde, María Luisa Ávila, explicou à imprensa local que até a semana anterior todos os casos que tinham ocorrido no país foram em pessoas que viajaram ao México ou que haviam tido contato com pessoas desse país ou dos Estados Unidos.

No entanto, nessa semana foi confirmado que dois costarriquenhos infectaram suas famílias.

O primeiro caso é o de um homem que vive na província de Cartago, 20 quilômetro a leste de San José, e que infectou quatro membros de sua família, e o segundo o de uma menina da província de Heredia, 12 quilômetros a norte da capital, que passou o vírus para outro parente.

A ministra ressaltou que todos os pacientes apresentaram sintomas leves, mas receberam atendimento médico e foram isolados em suas casas para evitar a propagação do vírus.

O único caso grave até agora no país foi o de um homem de 53 anos, que morreu há alguns dias, mas que sofria de doenças pulmonares crônicas e de diabetes.

No total, as autoridades costarriquenhas descartaram 849 casos suspeitos da gripe e outros 126 estão sendo estudados, como detalha um comunicado oficial.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE nda/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG