Panamá, 10 mai (EFE).- A ministra da Saúde do Panamá, Rosario Turner, anunciou hoje que subiram para 15 os casos confirmados da gripe suína no país.

Turner disse em coletiva de imprensa que os infectados são nove adultos e seis crianças de entre oito e 14 anos, e que todos estão em observação.

Com isso, o Panamá se tornou o país centro-americano com mais casos da gripe, já que a Costa Rica tem nove, a Guatemala, três, e El Salvador, dois. Honduras e Nicarágua não informaram sobre infectados.

Até sábado, o Ministério da Saúde panamenho tinha confirmado apenas três casos. Hoje foram anunciados outros 12, dos quais dez estão vinculados ao primeiro, registrado na sexta-feira passada.

Este caso é de um homem que chegou dos Estados Unidos, o segundo uma criança e o terceiro uma mulher relacionada com o primeiro.

A ministra disse que as autoridades de saúde intensificarão as medidas para combater a doença, embora tenha esclarecido que não se prevê o fechamento de escolas, nem outras medidas radicais de prevenção. EFE lam/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.