Roma, 21 mai (EFE).- Quatro jovens que retornaram em 19 de maio a Roma de uma viagem de estudos aos Estados Unidos elevaram a 14 os casos da gripe suína na Itália, informou hoje o Ministério da Saúde em comunicado.

Os quatro jovens, que foram atendidos em dois hospitais da capital italiana, chegaram ao país com sintomas da gripe e, em alguns casos, com febre.

As autoridades italianas ativaram a vigilância das pessoas que tiveram contato direto com os jovens, e procuraram os tutores das duas turmas que viajaram com os infectados pelo vírus para que seus companheiros não frequentem a escola na próxima semana.

O Ministério da Saúde italiano lembra na nota que os casos da gripe na Itália, até o momento, são "limitados", embora não exclua que "se possa verificar um possível aumento" dos infectados nas próximas semanas, em virtude da difusão da doença em outros países.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou hoje que os casos da gripe em 41 países do mundo já chegam a 11.034, dos quais 85 derivaram em morte.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE mcs/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.