Chegam 40 os mortos no desabamento de chaminé na Índia

(Eleva o número de mortos) Nova Délhi, 25 set (EFE).- Já chega a 40 o número de operários mortos com o desabamento de uma chaminé ocorrida na quarta-feira, situada na cidade de Korba, no estado de Chhattisgarh, aparentemente devido a um intenso temporal.

EFE |

As autoridades, no entanto, não descartam que ainda existam mais pessoas mortas, porque ao todo 100 empregados trabalhavam no momento do acidente.

"As operações de resgate continuam. Os membros da equipe estão trabalhando com cuidado para limpar os escombros, por causa da possibilidade de sobreviventes", disse o funcionário Ashok Agrawal, à agência indiana "Ians".

Segundo Agrawal, a estimativa é de que levará de dois a três dias para a retirada total dos escombros da chaminé industrial, que era construída por trabalhadores da empresa Gannon Dunkerley and Company.

O ministro regional Brijmohan Agrawal atribuiu o desabamento a má qualidade dos materiais utilizados.

A planta pertence à empresa Bharat Aluminium Company Ltd (Balco), com a participação de 51% do grupo mineiro britânico Vedanta Resources, e o resto das ações correspondem ao Governo indiano.

A maioria dos operários era proveniente das empobrecidas regiões vizinhas de Bihar e Jharkhand.

A chaminé, de uma altura prevista de 275 metros, já tinha 100 metros construídos quando aconteceu o acidente, segundo informou na quinta-feira uma fonte policial. EFE daa-amp/

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG