Chega ao Peru corpo do tripulante morto em naufrágio na Itália

Corpo de Tomás Costilla, que trabalhava há 17 anos na empresa de cruzeiros, será sepultado na cidade de Trujillo

EFE |

O caixão com o corpo do tripulante peruano morto no naufrágio do cruzeiro Costa Concordia , Tomás Costilla, chegou neste domingo a Lima acompanhado por parentes para sua sepultura em sua cidade natal de Trujillo. O corpo de Costilla, de 50 anos, chegou em um voo da companhia aérea KLM ao aeroporto Jorge Chávez, onde permanecerão em uma câmara especial até esta segunda-feira, quando será levado por via aérea à cidade de Trujillo, informaram à Agência Efe fontes da Chancelaria no terminal aéreo.

- Infográfico: Saiba o que aconteceu com o Costa Concordia
- Opções: Especialistas apontam possíveis 'destinos' para Costa Concordia

O chefe do escritório de Comunidades Peruanas no Estrangeiro, Gabriel Pacheco, recebeu a irmã de Costilla, Madeleine Costilla, e seu marido, Ángel Campos, que viajaram para a Itália para acompanhar a repatriação do corpo. Costilla estava há 17 anos trabalhando para a empresa de cruzeiros e era supervisor de limpeza quando ocorreu o naufrágio no último dia 13 nas águas da ilha de Giglio, Itália.

Segundo se informou no aeroporto, os familiares têm que terminar os trâmites na alfândega para poder levar o caixão para Trujillo, onde será sepultado esta semana. Com o último corpo encontrado neste domingo (22) pelas equipes de resgate, subiu para 13 o número de mortos na tragédia do Costa Concordia, enquanto 20 pessoas continuam oficialmente desaparecidas, entre elas a peruana Erika Soria, de 26 anos, que trabalhava como camareira.

    Leia tudo sobre: itálianaufrágiocosta concordia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG