Chega à Argentina corpo de mulher morta no Peru por causa das chuvas

Buenos Aires, 29 jan (EFE).- Os primeiros argentinos que ficaram retidos no Peru devido ao forte temporal que castigou a região de Cuzco chegaram hoje a Buenos Aires junto com o corpo da única vítima fatal de nacionalidade argentina, informaram fontes oficiais.

EFE |

Os restos de Lucía Ramallo, de 24 anos, morta na segunda-feira passada em um deslizamento de terra na cidade de Aguas Calientes, no Camino Inca que leva a Machu Picchu, chegaram esta madrugada a Buenos Aires em um voo da Aerolíneas Argentinas.

No mesmo avião comercial viajava também Romina Campos, amiga de Lucía e que sobreviveu ao desastre, e outros argentinos que ficaram retidos no Peru, embora não se saiba o número exato.

Ambas estavam descansando em uma tenda quando foram surpreendidas por um desmoronamento de pedras que se soltaram por causa do forte temporal que castigou desde domingo a região peruana.

O corpo de Lucía foi levado para um cemitério nos arredores de Buenos Aires, explicou a agência estatal "Télam". EFE ea/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG