Chega a 80 número de mortos após rompimento de dique em Jacarta

JACARTA - O número de mortos após a ruptura de uma represa nos arredores da capital Jacarta, na Indonésia, chegou hoje a 80, em sua maioria mulheres e crianças, enquanto outras 100 seguem desaparecidas, informaram as autoridades indonésias.

EFE |

O número final de mortos ainda pode aumentar, segundo as autoridades locais, devido à quantidade de pessoas que seguem desaparecidas.

Mais de 24 horas depois da catástrofe, os trabalhos de resgate continuam na área inundada, uma complicada tarefa devido à quantidade de lama e entulho acumulados.

A onda de mais de três metros de altura que originou o acidente deixou também cerca de 100 feridos, que foram levados a dois hospitais próximos.

Centenas de pessoas foram evacuadas e estão abrigadas temporariamente em um acampamento de emergência, já que a água alagou mais de 400 casas, metade delas danificadas ou derrubadas, além de várias empresas, cinco subestações elétricas e uma escola.

A comporta da represa de Situ Ginung, na área metropolitana de Tangerang, uma cidade industrial perto da capital da Indonésia, arrebentou por volta das 16h de quinta-feira (horário de Brasília), provavelmente devido às fortes chuvas.

O dique, de dez metros de altura e construído ainda durante o domínio holandês, em 1933, continha cerca de dois milhões de metros cúbicos de água do rio Pesanggrahan.

Leia mais sobre: acidente

    Leia tudo sobre: acidenteindonésia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG