Chega a 78 número de mortos pela gripe no México

México, 21 mai (EFE).- As autoridades mexicanas informaram hoje que o número de mortes confirmadas no país pela epidemia da gripe suína subiu para 78, três a mais na comparação com ontem, enquanto os infectados já estão em 3.

EFE |

930, número 113 maior que o noticiado no boletim anterior.

A última morte ocorreu em 18 de maio, enquanto as outras duas aconteceram em 24 de abril e 2 de maio, como informa a Secretaria (Ministério) de Saúde em um boletim estatístico sobre a evolução da doença.

As 78 mortes correspondem a 1,9% do total dos casos de contágios confirmados; 43 são mulheres e os demais homens. Dos mortos, 78,1% tinham entre 20 e 54 anos, de acordo com o estudo do Ministério.

Entre os mortos, 21 eram donas de casa, cinco menores de idade, 15 trabalhadores independentes, 13 empregados de firmas privadas e sete estudantes. Os demais tinham outras ocupações.

O Distrito Federal registra 33 mortos (42,3%), o Estado do México 19 (24,4%), San Luis Potosí seis (7,7%), Hidalgo quatro (5,1%) e Tlaxcala três (3,8%).

Aguascalientes, Oaxaca, Baixa Califórnia, Michoacán e Zacatecas tem duas mortes cada, e Chiapas, Puebla e Tabasco tem um caso.

Entre as pessoas infectadas, o Distrito Federal é responsável por 1.545, seguido de San Luis Potosí (248), Hidalgo (230) e Estado do México (205). Dos 32 estados do país, só Coahuila, fronteiriço com os Estados Unidos, não tem casos de contágio.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE gt/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG