Chega a 24 o número de mortos em choque de trens na Califórnia

(atualiza xo número de vítimas) Los Angeles (EUA.), 13 set (EFE) - Pelo menos 24 pessoas morreram e 135 ficaram feridas na colisão registrada nesta sexta-feira entre um trem de passageiros e outro de carga nos arredores de Los Angeles, causada por falha humana, informaram hoje as autoridades.

EFE |

As autoridades da cidade consideram que o número de mortos pode continuar aumentando à medida que as equipes de resgate avançam em seus trabalhos, em uma tarefa que pode durar toda a noite de sábado.

Segundo o porta-voz do Departamento de Bombeiros de Los Angeles, Ron Myers, foram "confirmadas 24 pessoas mortas", mas a corporação ainda está "trabalhando para tentar retirar corpos" dos destroços do acidente.

Entre os feridos, 45 estão em estado muito grave, segundo as autoridades de Los Angeles.

O acidente, o pior na história ferroviária dos Estados Unidos nos últimos 15 anos, foi causado por uma falha de um dos técnicos que se ultrapassou um sinal vermelho na via, segundo revelou hoje a Metrolink, a empresa que operava o trem de passageiros.

"Devemos reconhecer que foi um técnico da Metrolink que cometeu o erro que causou o acidente de ontem (sexta-feira) à noite", declarou uma porta-voz da companhia, Denise Tyrrell, em entrevista coletiva.

Segundo ela, o técnico trabalhava para uma empresa terceirizada pela Metrolink e não se sabe se estava entre as vítimas.

Aparentemente, o trem metropolitano foi atingido frontalmente por outro de carga, no qual viajava uma tripulação de quatro pessoas, por volta das 16h30 de sexta-feira (20h30 em Brasília) no distrito de Chatsworth.

Os dois veículos circulavam a uma velocidade de 70 km/h, segundo Tyrrell.

As equipes de resgate tiveram que utilizar máquinas especiais para impedir que um dos vagões caísse enquanto pessoal especializado separava as peças metálicas para libertar os passageiros presos.

O chefe dos bombeiros de Los Angeles, Douglas Barry, disse que a "situação é difícil" para as equipes de resgate e que dentro dos vagões há "vítimas em cima de vítimas, em meio a uma massa de ferro retorcido".

O capitão de bombeiros John Virant disse que seus homens estavam "tirando corpos que estão em cima de sobreviventes".

A empresa do trem de passageiros disse que seu comboio partiu da Union Station, no centro de Los Angeles, para a localidade de Moorpark, no condado de Ventura, com mais de 300 pessoas.

O distrito de Chatsworth fica no Vale de San Fernando, cerca de 50 quilômetros a norte do centro de Los Angeles. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG