Chefes do Governo da região do rio Mekong abordam gestão hídrica

Hua Hin (Tailândia), 4 abr (EFE).- A primeira Cúpula da Comissão do Rio Mekong acolhe hoje e amanhã os chefes de Governo de Tailândia, Vietnã, Camboja e Laos na cidade tailandesa de Hua Hin, onde discutirão medidas para coordenar a gestão dos recursos hídricos e enfrentar os efeitos da mudança climática.

EFE |

O primeiro-ministro cambojano, Hun Sen; o laosiano, Bouasone Bouphavanh; e o vietnamita Nguyen Tan Dung devem chegar a Hua Hin ao longo da manhã para se reunir com seu colega tailandês, Abhisit Vejjajiva, pela tarde.

O vice-ministro de Assuntos Exteriores da China, Song Tao, e o titular de Exteriores birmanês, Nyan Win, representarão na cúpula seus respectivos países, que participam como convidados.

A reunião acontece com a polêmica de fundo pelo pouco caudal na bacia inferior do Mekong, que as comunidades locais atribuem às represas hidroelétricas chinesas e as autoridades deste país, à seca sofrida pela região.

Jeremy Bird, presidente da Comissão do Rio Mekong, defende a versão chinesa, ao mesmo tempo em que pediu mais colaboração entre os países para explorar os recursos naturais de forma sustentável.

"O baixo nível de água se deve a um clima especialmente seco", disse Bird, após o encerramento da Conferência do Rio Mekong, que reuniu na sexta-feira e no sábado a mais de 200 delegados governamentais e de organizações internacionais em Hua Hin.

A Comissão do Rio Mekong foi fundada em 1995 pelos Governos tailandês, cambojano, laosiano e vietnamita, enquanto o chinês e birmanês participam como membros convidados. EFE grc/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG