Chefe tribal e 3 parentes são mortos no Iraque

Bagdá, 4 mar (EFE).- Um chefe tribal iraquiano e três membros de sua família foram assassinados hoje por um pistoleiro que os atacou em sua casa, na província de maioria sunita de Salah ad-Din, a 80 quilômetros ao norte de Bagdá.

EFE |

Segundo policiais, o xeque Diab al Ahmed, líder da tribo Al Ahbab em Tel al Dhahab, morreu na hora com os tiros, que também mataram sua mulher e outros dois parentes.

Por enquanto, nenhum grupo se responsabilizou pelo assassinato, mas, segundo os policiais, membros da Al Qaeda podem estar relacionados com este ataque contra o até então líder dos Conselhos de Salvação na região.

Os líderes desta milícia pró-governamental, fundada em outubro de 2006, como parte da estratégia americana para lutar contra a rede terrorista, são alvos frequentes de ataques.

Com esta chacina, são já seis os assassinados hoje no Iraque, depois que um atentado suicida em Bagdá matou pelo menos dois policiais iraquianos nesta manhã. EFE am/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG