Chefe policial espanhol vai à Venezuela para cooperar em caso ETA-Farc

Granada, 6 mar (EFE).- O diretor-geral da Polícia espanhola, Francisco Javier Velázquez, viajará nos próximos dias para a Venezuela para cooperar com o Governo local nas investigações sobre as atividades da ETA no país e seus supostos vínculos com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

O ministro de Assuntos Exteriores espanhol, Miguel Ángel Moratinos, informou hoje da viagem de Velázquez, que acontecerá assim que o Governo da Espanha esclarecer as dúvidas sobre o auto do juiz espanhol Eloy Velasco que denuncia indícios de "cooperação" do Governo venezuelano com a organização terrorista ETA e as Farc.

Moratinos não deu mais detalhes sobre a missão de Velázquez em Caracas, mas deixou transparecer que se trata de uma forma de cooperação para conhecer o papel da ETA na Venezuela.

Segundo o ministro, a intenção é que o diretor-geral da Polícia e a Guarda Civil viajem na próxima semana. EFE cpg-nl/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG