Chefe militar dos EUA vê Irã como principal desafio e propõe diálogo

O Irã será, sem dúvida, o principal desafio dos Estados Unidos durante os próximos cinco anos, afirmou nesta terça-feira o chefe do Estado-Maior conjunto americano, almirante Michael Mullen, ao defender a abertura de um canal de diálogo com Teerã.

AFP |

O Irã "se encontra no centro de várias insatisfações e perturbações de instabilidade naquela parte do mundo", declarou o almirante Mullen.

"Espero então que o Irã fique em cena por um período de pelo menos três a cinco anos", continuou, durante um debate após um discurso no centro de pesquisas conservador Heritage Foundation.

Mullen disse ainda que todas as opções deveriam ficar sobre a mesa, e declarou esperar que "no futuro possamos encontrar um meio para debater com os iranianos para obter uma forma de avançar. Fizemos isso no passado com nossos inimigos. Deveríamos poder fazê-lo dessa forma", concluiu.

Estados Unidos e Irã não mantêm relações diplomáticas desde 1980.

O governo de George W. Bush acusa Teerã de tentar fabricar armamento nuclear, armar os extremistas no Iraque, apoiar organizações antiisraelenses e alimentar a crise política no Líbano.

jm/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG