Chefe militar dos EUA no Afeganistão renuncia, diz imprensa

Washington, 11 mai (EFE).- O chefe das forças dos Estados Unidos no Afeganistão, general David McKiernan, deixará o cargo e seria substituído pelo general Stanley McChrystal, segundo informação de hoje da imprensa americana.

EFE |

As redes "CNN" e "MSNBC" de televisão citaram como fonte de suas informações funcionários do Pentágono, e afirmaram que o secretário de Defesa americano, Robert Gates, fará um anúncio oficial possivelmente ainda hoje.

McKiernan, general de três estrelas do Exército de EUA, assumiu em 3 de junho de 2008 o comando da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) no Afeganistão, da qual fazem parte tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), e, em 6 de outubro, assumiu também o comando das forças americanas que não operam sob comando da Aliança.

O Governo do presidente americano, Barack Obama, mudou suas prioridades estratégicas e, enquanto anunciou um cronograma para a redução da presença militar americana no Iraque, organizou o envio de pelo menos 21 mil soldados a mais ao Afeganistão, onde há pelo menos 36 mil soldados dos EUA Alguns analistas acham que McKiernan tinha solicitado um aumento maior da força militar americana no Afeganistão. EFE jab/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG