Washington, 20 dez (EFE) - O chefe do Estado-Maior dos Estados Unidos, o almirante Mike Mullen, afirmou hoje que entre 20 mil e 30 mil soldados adicionais americanos poderiam ser desdobrados no Afeganistão em 2009.

Em uma visita a Cabul, Mullen afirmou que, quando os reforços tiverem sido enviados, dependerá das melhoras registradas no Governo e da situação econômica do Afeganistão que a força do movimento talibã tenha diminuído.

Há muito tempo, os comandantes americanos tinham pedido pelo menos 20 mil soldados para reforçar o contingente de 31 mil militares que estão no Afeganistão. EFE mv/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.