Chefe militar diz que estado de exceção pode resolver crise política

Bangcoc, 2 set (EFE).- O chefe das Forças Armadas da Tailândia, o general Boonsang Niampradit, afirmou hoje que o estado de exceção ajudará a resolver a disputa política entre o Governo e a oposição.

EFE |

Segundo o militar, é difícil que a situação se torne fora de controle, mas se for assim, espera que a atitude de todas as partes impeça um desenlace sangrento como os que tiveram os protestos antigovernamentais em 1973, 1976 e 1992, que deixaram centenas de mortos.

"Depende das pessoas, elas terão de pensar com cuidado no que é bom e ruim para a nação", ressaltou Niampradit, que negou que o Governo tenha provocado a batalha campal de ontem à noite entre opositores e seguidores do Executivo.

O primeiro-ministro da Tailândia, Samak Sundaravej, declarou o estado de exceção depois da morte de pelo menos uma pessoa e de outras 34 ficarem feridas em enfrentamentos entre políticos contrários.

O anúncio foi transmitido por todas as emissoras de TV do país, e nele foi informado que o chefe do Exército, general Anupong Paochinda, será o responsável por aplicar o decreto de estado de exceção.

O estado de exceção permite ao Exército empregar o uso da força, lhe dá poder para censurar informação veiculada pela imprensa, e proíbe as reuniões públicas envolvendo mais de cinco pessoas.

"O decreto dá ao general Anupong Paochinda poder para que os soldados entrem em qualquer lugar e possam despejar as pessoas de qualquer lugar", indicou o anúncio oficial em aparente referência aos milhares de manifestantes da antigovernamental Aliança do Povo para a Democracia que há uma semana ocupam a sede do Governo em Bangcoc.

Sundaravej disse que a medida "é um instrumento para acabar com a ocupação da sede do Governo", e informou que será criado um comitê especial para aplicar o estado de exceção, que entrou em vigor às 7h local (21h de segunda-feira em Brasília). EFE grc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG