vitória decisiva no Afeganistão - Mundo - iG" /

Chefe militar britânico vê como impossível vitória decisiva no Afeganistão

Londres, 5 out (EFE).- O chefe das tropas britânicas desdobradas no Afeganistão acredita que a coalizão multinacional não conseguirá uma vitória militar decisiva nesse país, segundo afirma em entrevista publicada hoje por The Sunday Times.

EFE |

O general-de-brigada Mark Carleton-Smith, responsável pela 16ª Brigada Aérea de Assalto, considera que a opinião publica deve "diminuir suas expectativas" e se conformar com uma redução da insurgência talibã que não ameace o Governo do país.

"Não vamos ganhar esta guerra. Trata-se de reduzir a insurgência a um nível manejável que não represente uma ameaça estratégica e possa ser controlada pelo Exército afegão", ressaltou Carleton-Smith.

O chefe militar disse que suas tropas enfraqueceram os talibãs durante 2008, apesar de admitir que seria "não realista e provavelmente incrível" pensar que a Força para a Assistência à Segurança da Otan no Afeganistão (Isaf) vai acabar com todos o grupos armados do país.

O general-de-brigada considera, além disso, que pode chegar o momento em que a disputa tenha que ser resolvida mediante uma negociação, mais que através da luta armada.

O Reino Unido tem desdobrados cerca de 7.800 soldados em território afegão, a maioria concentrados no sul, como parte da Isaf, segundo os dados do Ministério da Defesa britânico. EFE pa/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG