Chefe humanitário da ONU, em visita ao Sri Lanka, pede cessar-fogo

O responsável humanitário da ONU, John Holmes, em visita ao Sri Lanka, voltou a pedir o cessar-fogo neste domingo em Colombo, lançando um apelo à guerrilha tâmil para que se entregue e evite, assim, mais vítimas entre as dezenas de milhares de civis bloqueados na área de combates.

AFP |

"Precisamos de uma pausa humanitária para levar ajuda e trabalhadores humanitários à zona de conflito do nordeste da ilha", declarou Holmes, em um comunicado após um encontro com responsáveis do governo.

"O balanço humano para a população civil é terrível, após meses de combates que deixaram os habitantes da zona conflito encurralados", lembrou Holmes, que chegou a Colombo na noite de sábado para domingo para uma visita de dois dias.

A ONU calculou em aproximadamente 6.500 os civis mortos e 14.000 feridos desde janeiro, quando as forças armadas lançaram sua grande ofensiva final no nordeste da ilha.

Segundo a ONU, quase 95.000 civis tâmeis abandonaram a zona de guerra desde o início segunda-feira de um êxodo em massa, mas 50.000 continuam encurralados no local.

nr/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG