Chefe golpista é nomeado premiê de Fiji

Sydney (Austrália), 11 abr (EFE).- O presidente de Fiji, Ratu Josefa Iloilo, nomeou hoje novamente o chefe golpista Frank Bainimarama como primeiro-ministro interino, um dia depois de derrogar a Constituição.

EFE |

Após Bainimarama jurar o cargo, o presidente Iloilo, que antes havia anunciado que assumiria todos os poderes, declarou estado de exceção por um período de 30 dias.

Bainimarama havia dito na sexta-feira que tinha renunciado ao cargo após a decisão do presidente de derrogar a Constituição, embora tivesse frisado que continuaria no comando das Forças Armadas.

Antes, Iloilo, em mensagem à nação, afirmou que nomearia um primeiro-ministro interino em substituição a Frank Bainimarama, chefe das Forças Armadas que chegou ao poder em 2006 por um golpe de estado.

Durante o discurso, o líder afirmou que o Governo interino seria designado "em breve" para que fizesse as reformas que permitam realizar "eleições parlamentares e autenticamente democráticas" em 2014.

As medidas de Iloilo forma tomadas um dia depois de o Tribunal de Apelações declarar ilegal a dissolução do Governo do ex-primeiro-ministro Laisenia Qarase no golpe liderado por Bainimarama.

A sentença do tribunal aconteceu em resposta a um recurso apresentado pelos advogados do ex-primeiro-ministro Qarase contra sua destituição e de seu Governo. EFE mg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG