Chefe do protocolo do presidente ruandês é detida em Frankfurt

Berlim, 10 nov (EFE).- A chefe de protocolo do presidente ruandês, Rose Kabuye, foi detida no aeroporto internacional de Frankfurt como suspeita do assassinato do antigo máximo líder de seu país Juvenal Habyarimana.

EFE |

Um porta-voz do Ministério alemão de Exteriores confirmou hoje que Rose Kabuye, mulher de confiança do atual presidente de Ruanda, Paul Kagame, foi detida este domingo em sua chegada à Alemanha, de acordo com uma ordem internacional de detenção ditada por um tribunal francês.

Segundo o juiz de instrução francês Jean-Louis Bruguière, Rose, como dirigente da Frente Patriótica de Ruanda, participou em 1994 no complô para assassinar Habyarimana.

Bruguière ditou um total de nove ordens de detenção contra outros colaboradores próximos de Kagame, de quem exige que seja também processado pelo Tribunal Internacional de Haia pelo genocídio em Ruanda. EFE jcb/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG