Chefe do Exército indiano inspeciona tropas em áreas fronteiriças da Caxemira

Nova Délhi, 23 dez (EFE).- O chefe do Exército indiano, Deepak Kapoor, viajou hoje à fronteira na Caxemira que separa os territórios pertencentes a Índia e Paquistão para comprovar o grau de preparação das tropas diante da tensão crescente com os paquistaneses, informou uma fonte governamental.

EFE |

O general Kapoor foi a Siachen, onde deveria se reunir com comandantes das unidades militares antes de retornar, ainda hoje, a Nova Délhi, disse a fonte, citada pela agência "PTI".

A geleira de Siachen está em poder militar da Índia desde 1984, quando suas tropas lançaram uma operação como resposta à decisão do Paquistão de autorizar expedições ao local, para poder, assim, garantir suas reivindicações territoriais.

Cenário de atritos espontâneos entre os dois Exércitos, a geleira é um dos pontos conflituosos no chamado "diálogo integral" que as duas potências mantêm desde 2004, e que ficou suspenso por causa do atentado do final de novembro, em Mumbai.

A visita do general a Siachen ocorre um dia depois de o ministro de Exteriores indiano, Pranab Mukherjee, advertir que seu Governo mantém "aberta" a opção militar na atual crise com o Paquistão.

As Forças Aéreas do Paquistão anunciaram na segunda-feira que haviam "aumentado a vigilância", com sobrevôos ontem e hoje nas principais cidades do país, em conseqüência da "atmosfera atual" com a Índia.

A Índia acusa o grupo separatista Lashkar-e-Toiba, que luta pela anexação da Caxemira indiana ao Paquistão, pelos recentes ataques em Mumbai e reivindica a Islamabad que desmantele a infra-estrutura desta organização e lhe entregue dezenas de supostos terroristas.

EFE amp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG