Chefe do Exército colombiano renuncia em meio a escândalo por execuções

Bogotá, 4 nov (EFE).- O chefe do Exército colombiano, general Mario Montoya, renunciou hoje ao cargo em meio a um escândalo devido às execuções extrajudiciais cometidas, aparentemente, por membros de sua instituição.

EFE |

O alto oficial tomou a decisão cinco dias depois que o presidente colombiano, Álvaro Uribe, anunciou a destituição de 27 oficiais e suboficiais do Exército, entre eles três generais, por causa de uma investigação devido ao desaparecimento e morte de cerca de 20 jovens nos arredores de Bogotá. EFE rrm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG