O chefe do Estado-maior das Forças malgaxes, o coronel André Andriarijaona, declarou nesta terça-feira à AFP que não aceita a instauração de um diretório militar ao qual o presidente Marc Ravalomanana conferiu plenos poderes ao renunciar.

lp-mc/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.