Chefe de Scotland Yard desmente boatos de demissão

O chefe da Scotland Yard, Sir Ian Blair, muito criticado pelo caso do imigrante brasileiro Jean Charles de Menezes, assassinado por engano em julho de 2005 em Londres, negou nesta quinta-feira as informações divulgadas pela imprensa de que será demitido em breve.

AFP |

"Estas versões não têm nenhuma base", declarou Blair a repórteres, depois que os os jornais The Times e The Daily Telegraph informaram que as autoridades decidiram não renovar o contrato do chefe da Polícia Metropolitana de Londres, que expira em fevereiro de 2010.

"A notícia de minha morte é um exagero", afirmou Blair, lembrando a famosa frase do escritor americano Mark Twain ao ler o anúncio de sua morte em um jornal de Nova York.

O chefe de polícia foi muito pressionado semana passada, depois das acusações de racismo feitas pelo comissário adjunto da Polícia Metropolitana, Tarique Ghaffur, que é o funcionário da Scotland Yard de maior patente entre os de origem asiática.

ame/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG