Chefe de polícia de Xinjiang promovido após distúrbios

A China promoveu o chefe da Polícia Armada Popular de Xinjiang, noroeste do país, mais de um mês depois dos distúrbios que deixaram 200 mortos, informa a imprensa oficial.

AFP |

Dai Sujun, 54 anos, que comandava a unidade de Xinjiang desde novembro de 2008, foi nomeado na quarta-feira número dois do Estado-Maior da Polícia Armada Popular, uma polícia com estatuto militar e que é responsável, entre outras coisas, por manter a ordem.

Os distúrbios de 5 de julho, durante os quais os uigures, a etnia majoritária em Xinjiang, atacaram os hans, deixaram 197 mortos.

Segundo os uigures no exílio, os distúrbios foram provocados pela repressão violenta de uma manifestação pacífica pelas forças de segurança.

mtp-frb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG