Chefe de polícia da província de Teerã fica ferido em protestos

TEERÃ - O chefe de polícia da província de Teerã, general Azizollah Rajabzadeh, ficou ferido nos distúrbios do domingo nos quais oito pessoas morreram, informou nesta segunda-feira o vice-chefe da Polícia do Irã, general Ahmad Reza Radan.

EFE |


Em declarações divulgadas pela agência local de notícias "Ilna", o responsável policial disse que seu colega ficou ferido no centro de Teerã, mas não detalhou o alcance das lesões.

"Infelizmente, um grupo pouco de conspiradores, dirigidos e convocados pela imprensa estrangeira, tentou provocar desordem pública durante as cerimônias do dia da Ashura em algumas ruas de Teerã", afirmou.

"Os conspiradores jogaram objetos na Polícia e, como resultado, (Rajabzadeh) ficou ferido, assim como outros agentes da Polícia", acrescentou.

Radan disse que os agentes "não estavam armados" e voltou a desvincular a Polícia da morte de oito pessoas nos distúrbios do domingo, os mais graves ocorridos no Irã nos últimos seis meses.

Entre os mortos, está Ali Moussavi, sobrinho do líder opositor Mir Hussein Moussavi, que teria levado um tiro no peito quando participava dos protestos no centro da capital iraniana.

Leia mais sobre: Irã

    Leia tudo sobre: confrontoirã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG