Chefe de milícia sunita morre em explosão no Iraque

Bagdá, 7 jul (EFE).- O chefe de um dos Conselho de Salvação do Iraque (milícias sunitas que lutam contra a Al Qaeda no país) morreu hoje, após a explosão de uma bomba colocada embaixo de seu carro, próximo à cidade xiita de Hilla (100 quilômetros ao sul de Bagdá), informaram fontes policiais.

EFE |

Segundo as fontes, Adnan Abdel Badrani, líder do conselho de salvação de Muelha, morreu quando voltava para casa, após uma reunião com oficiais iraquianos e americanos.

Um de suas guarda-costas ficou ferido no atentado, acrescentaram as fontes.

Os líderes dos Conselhos de Salvação se transformaram em um dos alvos prioritários da insurgência desde que tais grupos foram criados, em 2006, como parte da estratégia do Governo iraquiano para combater a Al Qaeda.

Em outro atentado, duas pessoas morreram e uma terceira ficou gravemente ferida quando um grupo de homens armados atacou uma área residencial em Baquba, capital da província de Diyala, no leste do Iraque.

Além disso, seis pessoas ficaram feridas depois que cinco bombas caíram próximas à sede do Governo provincial de Ninawa, na cidade de Mossul (norte do Iraque). EFE am/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG