Chefe de importante tribo e seu filho são assassinados no Afeganistão

Um importante chefe tribal, Ali Ahmad Khan, e seu fiho foram assassinados a tiros neste sábado por dois homens armados que circulavam em uma moto, em Kandahar, um bastião dos talibãs no sul do Afeganistão, indicaram fontes oficiais.

AFP |

"Esta manhã, por volta das 05h00 (21h30 de Brasília), dois homens de moto abriram fogo contra Ali Ahmad Khan, da tribo dos Barakzai, quando saía da mesquita após a oração da manhã", declarou à AFP o porta-voz da província de Kandahar, Zalmay Ayubi.

"Foi morto, assim como seu filho que o acompanhava, que exercia a função de guarda-costas", acrescentou.

Ali Ahmad Khan liderava a tribo dos Barakzai na cidade de Kandahar, a mais importante do sul do país e baluarte dos talibãs, e mantinha boas relações com o governo.

Seu filho, Gul Ahmad, foi segurança do presidente Hamid Karzai.

O porta-voz da província atribuiu seu assassinato aos "inimigos do Afeganistão", ou seja, aos talibãs, mas estes negaram qualquer responsabilidade.

Em outro episódio violento, vários soldados da Otan ficaram feridos neste sábado em um atentado suicida com carro-bomba praticado em frente a uma base em Herat, no oeste do Afeganistão, indicou a Aliança.

O veículo explodiu na porta de uma base sob comando das tropas italianas da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), na qual também operam soldados espanhóis.

str-thm/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG