O caso do governador de Illinois, Rod Blagojevich, acusado de corrupção, respingou em Rahm Emanuel, futuro chefe de gabinete do presidente americano eleito, Barack Obama.

Segundo os jornais locais, Rahm Emanuel, o combativo representante de Illinois, teria tido contato com o governador para tratar da cadeira que Barack Obama deixará vacante no Senado.

Os jornais "Chicago Tribune" e "New York Times" não acusaram Rahm Emanuel, mas citam fontes, segundo as quais o futuro chefe de gabinete da Casa Branca deu ao governador os nomes de pessoas que poderiam pretender ocupar a vaga de Obama. Ele não teria oferecido qualquer contrapartida.

Essas informações vêm à tona, no momento em que o Partido Republicano acaba de divulgar um anúncio, declarando que "restam dúvidas" sobre os laços do futuro presidente com o governador.

jit/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.