O chefe de gabinete do primeiro-ministro israelense, Yoram Turbowicz, entregou seu pedido de demissão, informou nesta sexta-feira a Presidência do Conselho.

Nos dois últimos anos, o primeiro-ministro israelense Ehud Olmert --suspeito de corrupção e fraude-- havia encarregado Yoram Turbowicz de várias missões diplomáticas importantes. Na quarta-feira passada, Olmert anunciou que deixará seu cargo em setembro.

Apesar disso, Turbowicz continuará sendo conselheiro diplomático do chefe de governo e ficará encarregado das negociações indiretas com a Síria, segundo um comunicado da Presidência.

Com isso, Turbowicz viajou na quarta-feira à Turquia para uma quarta rodada de negociações indiretas sírio-israelenses sob os auspícios de Ancara.

Ao fim dessa reunião, as duas partes decidiram manter as discussões, embora a margem de manobra de Olmert tenha sido consideravelmente reduzida.

ms/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.