Chefe da Polícia Federal é morto a tiros no México

Um comandante da polícia federal foi morto a tiros na Cidade do México, no mais recente episódio da onda de assassinatos de policias que tem varrido o país nas últimas semanas. Igor Labastida estava almoçando em um restaurante quando foi morto.

BBC Brasil |

Testemunhas afirmam que duas pessoas saíram de um carro, entraram no restaurante e abriram fogo contra o policial e seus acompanhantes. Um guarda-costas morreu.

Labastida era o chefe da divisão de combate ao tráfico de drogas e contrabando da Polícia Federal do México.

É possível que Labastida tenha sido morto pelos cartéis de drogas que estão enfrentando as autoridades mexicanas.

Assassinatos

Apenas em 2008, cerca de 400 oficiais da polícia foram mortos no México. Em maio atiradores mataram o diretor interino da Polícia Federal do país.

Em outras cidades, policiais renunciaram ao cargo ou buscaram asilo nos Estados Unidos depois de receberem ameaças.

No total, cerca de 1,5 mil pessoas foram assassinadas desde janeiro. Apenas na cidade de Juarez, perto da fronteira com os Estados Unidos, mais de 40 pessoas foram mortas desde o final de semana.

O presidente mexicano, Felipe Calderon, está usando o Exército para enfrentar os cartéis. Integrantes importantes das quadrilhas de traficantes foram presos.

Mas a morte de outro importante policial mexicano é mais uma prova de que os cartéis ainda não foram derrotados.

    Leia tudo sobre: méxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG