Chefe da ONU evita polêmica após crítica de diplomata norueguesa

Por Patrick Worsnip NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, disse nesta quarta-feira que recebe bem as críticas, em resposta a um memorando interno de uma diplomata norueguesa repleto de comentários ácidos e que vazou para um jornal na semana passada.

Reuters |

Ban disse a repórteres que conversou por telefone na terça-feira com o ministro do Exterior da Noruega, Jonas Gahr Stoere. O ministro pediu desculpas pelo vazamento do texto escrito por Mona Juul, vice-embaixadora do país na ONU.

O relatório tinha poucos elogios a Ban. O texto afirma que o ex-ministro do Exterior da Coreia do Sul não tem carisma e apresenta uma liderança fraca, ineficaz e contraproducente.

O relatório, publicado pelo diário norueguês Aftenposten, era reservado ao Ministério do Exterior em Oslo. Ban disse que é normal que diplomatas se reportem a seus governos locais.

"Como uma questão de princípio, eu recebo bem todas essas críticas", disse em seus primeiros comentários públicos sobre o tema. "As críticas, quando são construtivas, me ajudam com meu trabalho e meu desempenho".

Apesar da polêmica, o chefe da ONU manterá a viagem à Noruega na próxima semana, durante a qual pretende visitar a região ártica para testemunhar o degelo da calota polar e o impacto do aquecimento global no Polo Norte. A mudança climática tem sido um dos principais focos da política da ONU.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG