Chefe da Minustah pede nomeação de novo primeiro-ministro do Haiti

Porto Príncipe, 20 jun (EFE).- O chefe civil da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), Hedi Annabi, pediu hoje urgência na nomeação de um primeiro-ministro que substitua o chefe de Governo Jacques Edouard Alexis, destituído no dia 12 de abril pelo Senado.

EFE |

"Todo mundo deseja que se feche este parêntese e que seja possível designar e ratificar um primeiro-ministro o mais rápido possível", declarou Annabi a jornalistas durante uma cerimônia em Porto Príncipe.

"Todo o mundo quer que o Governo seja constituído o mais rápido possível para dinamizar a ação governamental", acrescentou.

Annabi estimou que "a ausência de um primeiro-ministro tem um impacto negativo sobre o ritmo de execução dos projetos de cooperação" entre as autoridades haitianas e a comunidade internacional.

O chefe da Minustah insistiu que o Haiti está afetado pela crise alimentícia, que cria "grandes dificuldades", por isso que convidou os haitianos a trabalharem juntos.

Durante esta semana, representantes de setores políticos e membros do Parlamento também pediram ao presidente René Préval que designe um novo primeiro-ministro.

O ex-primeiro-ministro Jacques Edouard Alexis se ocupa de assuntos correntes de Governo sem poder tomar nenhuma decisão sobre temas mais profundos. EFE gp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG