Chefe da máfia da Itália é preso após ser encontrado em bunker

Foragido desde 1995, Michele Zagaria é considerado o último grande capo do clã dos Casaleses, o mais impiedoso da Camorra

iG São Paulo |

A polícia da Itália capturou nesta quarta-feira Michele Zagaria, um dos mais procurados fugitivos da máfia italiana, em mais um golpe estratégico contra um dos grupos mafiosos mais sangrentos do país.

AP
Policiais italianos escoltam o mafioso Michele Zagaria (C) em delegacia de Nápoles
Zagaria, que estava foragido desde 1995, foi encontrado em um bunker subterrâneo secreto em sua cidade natal de Casapesenna, na Província de Caserta (sul da Itália), sede do clã dos Casaleses, o mais poderoso e impiedoso da Camorra - a máfia napolitana.

O clã, que atua em Casapesenna, San Cipriano d'Aversa e Casal di Principe, é o tema principal do best-seller "Gomorra", do escritor italiano Roberto Saviano , e está envolvido em tráfico de drogas e corrupção da construção civil.

Os agentes tiveram de escavar parte do bunker secreto para poder capturá-lo. A operação foi conduzida pela Equipe Móvel de Nápoles, juntamente com autoridades de Caserta e do Serviço Central Operativo da Polícia.

Condenado à revelia a múltiplas sentenças de prisão perpétua por associação à máfia, homicídio, posse ilegal de armas, extorsão e sequestro, o mafioso de 53 anos apelidado de "Capastorta" era considerado o último capo dos Casaleses após a detenção, em novembro de 2010, de Antonio Iovine e dos anteriores chefes  Nicola Schiavone , detido em junho de 2010, e do pai deste, Francesco Schiavone, que está preso desde 1998.

O ex-ministro do Interior italiano Roberto Maroni considerava Zagaria e Matteo Messina Denaro, chefe da Cosa Nostra (a máfia siciliana), os dois homens mais procurados do país.

Segundo a imprensa, após ser localizado pela polícia, o mafioso falou com ironia: "Vocês ganharam. O Estado ganhou." Já o procurador de Nápoles, Giovandomenico Lepore, comentou que a prisão "é um maravilhoso presente" e agradeceu a todos os agentes envolvidos na operação.

O promotor antimáfia Piero Grasso disse ser provável que Zagaria tenha passado seus anos como fugitivo perto de casa, já que os chefes mafiosos "só podem exercitar seu poder se estiverem em um ambiente que os protege".

AFP
Policiais italianos comemoram do lado de fora de delegacia a prisão de Michele Zagaria, chefe do clã dos Casaleses, da máfia da Camorra
De acordo com investigadores, a família Casalesi gerencia um lucrativo negócio ilegal no transporte e depósito de lixo tóxico. A polícia confiscou cerca de 2 bilhões de euros (US$ 2,7 bilhões) em bens dos Casalesi recentemente.

*EFE, AP, Ansa e BBC

    Leia tudo sobre: itáliamáfiacamorra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG