Chefe da inteligência dos EUA acha difícil frear as ambições nucleares do Irã

O chefe de inteligência dos Estados Unidos, Dennis Blair, afirmou nesta terça-feira que será difícil convencer o Irã por meios diplomáticos a renunciar seu provável programa de armas nucleares.

AFP |

No entanto, Blair, falando à Comissão dos Serviços Armados do Senado, disse que o Irã poderá ceder a uma mistura concreta de intensificação de "ameaças de controles internacionais reforçados" e de adoção de medidas de incentivos.

"É difícil especificar como deverá ser essa combinação", acrescentou.

O chefe dos serviços secretos afirmou que a República Islámica adquiriu os conhecimentos necessários para construir mísseis de longo alcance, que habitualmente servem para que as bombas nucleares possam alcançar objetivos distantes.

ok/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG