Chefe da Igreja católica de Los Angels investigado por escândalo de abuso sexual

O chefe da Igreja Católica de Los Angeles está sendo investigado por sua resposta omissa às acusações de abuso sexual por parte de sacerdotes da região.

AFP |

O jornal Los Angeles Tiemes, citando fontes ligadas ao caso, afirma que a promotoria-geral investiga o cardeal Roger M. Mahony para determinar se ele conduziu adequadamente o caso dos padres suspeitos de praticar abuso sexual.

O porta-voz do departamento de justiça de Los Angeles se negou a comentar a notícia e o advogado de Mahony, Michael Hennigan, não pôde ser contatado pela AFP.

Hennigan, no entanto, foi citado pelo Times assegurando que os promotores federais contataram a arquidiocese para pedir informações sobre alguns padres, mas que Mahony não é alvo de uma investigação. "Cooperamos e continuaremos cooperando totalmente com a investigação", afirmou.

Mahony é acusado de reiteradamente encobrir as denúncias de abuso sexual depois do escândalo que veio a público em 2002.

Em 2007, a arquidiocese concordou em pagar 660 milhões de dólares a centenas de pessoas que sofreram abusos sexuais por parte do clero, o acordo mais caro surido desse escândalo.

rcw/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG