Chechênia abre 1º parque aquático após conflito armado

Moscou, 11 jul (EFE).- O presidente da Chechênia, Ramzan Kadyrov, inaugurou hoje o primeiro parque aquático construído nessa república caucásica russa após anos de guerra contra o separatismo e o extremismo islâmico.

EFE |

"Sem abandonar a luta contra nossos inimigos, que não nos deixam viver em paz e prosperidade, continuaremos construindo casas, instalações esportivas e centros de lazer", disse Kadyrov na cerimônia de abertura do parque.

A construção do primeiro parque aquático no Cáucaso Norte da Rússia foi uma iniciativa pessoal de Kadyrov, o homem forte da Chechênia, que, após ganhar a confiança e o apoio do Kremlin, conseguiu levantar a Chechênia das ruínas.

O parque foi edificado em Gudermes, a segunda cidade chechena mais importante e região de origem do líder da república.

Construído em uma superfície de 70 hectares, o parque aquático conta com três piscinas, dois tanques, dezenas de atrações, restaurantes e cafeterias.

De acordo com a tradição muçulmana, a área para os banhistas é dividida em duas partes, feminina e masculina, separadas uma da outra.

O chefe da Administração de Gudermes, Vakha Nasukhanov, disse à imprensa que o parque poderá receber a cada dia 500 visitantes, segundo a agência "Interfax".

Nasukhanov anunciou que, até o fim do ano, serão construídas no parque várias piscinas cobertas, para que os habitantes possam aproveitar as atrações no inverno. EFE si/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG