Chávez volta a culpar EUA pela crise global

Caracas, 12 nov (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, acusou hoje o Governo dos Estados Unidos de ser o grande culpado pela crise financeira internacional e considerou que o capitalismo está em fase terminal.

EFE |

"O grande culpado da crise é o Governo de Washington e agora convoca uma reunião, que não entendo muito bem, e os países maiores do mundo vão. Espero que digam quem é o culpado", explicou o líder venezuelano em Caracas.

Segundo Chávez, "o capitalismo está em fase terminal". O mandatário lembrou sua visita à bolsa nova-iorquina de Wall Street anos atrás.

"O centro de operações financeiras do mundo está em Wall Street, e eu estive uma vez no ventre do diabo", assinalou Chávez.

Durante o ato, que foi retransmitido em rede obrigatória de rádio e televisão, Chávez se referiu às quebras de alguns dos bancos de investimento americanos, como Morgan Stanley e Goldman Sachs, citados explicitamente por eles.

"Os grandes bancos de investimento há anos diziam que se a 'Venezuela se afunda, Chávez se afunda, a Venezuela desaba' e, de repente, desabaram eles", comentou.

O líder venezuelano reiterou suas saudações a Barack Obama como novo presidente dos EUa e expressou sua "esperança de que se ponha à altura da história, pelo bem do mundo e o de seu próprio povo, e que não venha a dar continuidade à loucura imperial". EFE afs/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG