Chávez volta a Cuba para segunda fase de radioterapia

Antes de deixar Caracas, presidente da Venezuela diz estar confiante em mais uma etapa do tratamento contra câncer

iG São Paulo |

Reuters
Chávez no Palácio Miraflores, em Caracas, antes da viagem a Cuba neste sábado (31)
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, chegou neste demonigo a Cuba para se submeter à segunda fase de radioterapia, como parte do tratamento contra câncer.

Antes da viagem, o líder disse estar confiante de que a doença “não vai voltar”.

"Vou de novo para Havana para continuar meu tratamento de radioterapia", disse Chávez no sábado, acrescentando que voltará à Venezuela na próxima quarta ou quinta-feira. "Vou para um compromisso, uma nova batalha e peço a Deus que me ajude a vencê-la", afirmou, em discurso transmitido no rádio e na televisão.

Leia também: Pesquisa mostra Chávez com 13 pontos percentuais à frente de Capriles

O presidente de 57 anos explicou que se submeterá a sessões de radioterapia durante os próximos cinco dias e depois deverá descansar alguns dias na Venezuela antes de um novo tratamento, que se prolongará por pelo menos mais três semanas. "São cinco sessões de radioterapia durante cinco dias consecutivos. Depois, dois dias de repouso, outra sessão e mais outra até a quinta. Com isso, tenho fé de que a ameaça que estava dentro de mim, não vai voltar", comentou.

Chávez não deixou as funções de Estado desde que teve o câncer diagnosticado e despachou de Havana, onde se submeteu, há uma semana, à primeira fase da radioterapia .

O presidente começou este tratamento depois de ser operado em fevereiro de um segundo tumor cancerígeno na mesma área de onde foi retirado o primeiro , em junho de 2011.

Em outubro, Chávez deu por superada sua enfermidade, depois de ter se submetido a quatro sessões de quimioterapia, mas, quatro meses depois, anunciou a recorrência da doença.

O presidente, no poder desde 1999, espera ser reeleito para um terceiro mandato de seis anos nas eleições de 7 de outubro , quando enfrentará o governador do rico Estado de Miranda (norte), Henrique Capriles Radonski .

Com AFP

    Leia tudo sobre: venezuelacubachávezcirurgiacâncer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG