Madri, 25 jul (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e o chefe do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, decidiram hoje criar um grupo de trabalho para que o país latino-americano possa vender à Espanha 10 mil barris diários de petróleo a US$ 100 em troca de investimentos e tecnologia.

Fontes do Governo informaram à Agência Efe que este é o principal acordo ao qual chegaram Chávez e Zapatero durante seu almoço no Palácio de La Moncloa, com o qual o presidente venezuelano concluiu sua visita à Espanha e fechou sua viagem européia.

O grupo de trabalho, liderado pelo ministro da Indústria espanhol, Miguel Sebastián, e o ministro da Energia venezuelano, Rafael Ramírez, tem como objetivo constituir na Espanha um fundo para onde iria parar o pagamento dos barris para financiar na Venezuela projetos relacionados à tecnologia, aos equipamentos médicos e às infra-estruturas. EFE nl/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.