Chávez tem vitória em Estados, mas perde importante prefeitura

Candidatos apoiados pelo líder vencem oito dos 13 cargos disputados em eleição suplementar realizada neste domingo

Reuters |

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, obteve vitória eleitoral no domingo ao emplacar candidatos seus em 8 dos 13 cargos em disputa numa eleição suplementar. Por outro lado, a oposição conseguiu manter a prefeitura de Maracaibo, uma das maiores cidades do país, além de grande centro petrolífero.

A abstenção foi elevada, em torno de 50%. As inundações em vários Estados venezuelanos, que afetaram cerca de 90 mil pessoas, contribuíram para isso.

Como já previam as pesquisas, o chavismo venceu no Estado de Guárico, uma área rural cujo governador morreu em setembro num acidente. No outro Estado em disputa, Amazonas, foi reeleito Liborio Guarulla, do pequeno partido Pátria Para Todos, que rompeu com Chávez neste ano.

AP
Eveling Trejo recebe abraço após vencer eleição para prefeirua de Maracaibo (05/11)

Em Maracaibo, a vencedora foi Eveling Trejo de Rosales, mulher do dirigente oposicionista Manuel Rosales - que se asilou no Peru após ser acusado de corrupção pelo governo.

Outras sete prefeituras ficaram em poder do partido governista PSUV, e quatro nas mãos da oposição.

Essa eleição suplementar serviu para preencher cargos que foram ficando vagos a partir de 2008, por morte do titular, renúncia ou final de mandato.

    Leia tudo sobre: venezuelaeleiçãohugo chávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG