Chávez se reune com Lula, ainda à espera de voto sobre o Mercosul

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, vai se encontrar com o presidente brasileiro Luiz Inacio Lula da Silva neste terça-feira na cidade de Salvador, Bahia, ainda à espera de que o Senado, em Brasília, vote o ingresso pleno de seu país ao Mercosul.

AFP |

A questão de aprovação pelo Senado brasileiro da entrada da Venezuela ao Mercado Comum do Sul, já aprovada pelos Congressos de Argentina e Uruguai, e a solicitação de uma linha de crédito de até 10 bilhões de dólares ao banco brasileiro BNDES marcarão a agenda desta reunião trimestral dos dois presidentes, segundo fontes diplomáticas em Caracas.

No encontro será também debatida a próxima instalação, em Caracas, de uma agência da Caixa Econômica Federal, para o financiamento da casa própria e o uso, por parte do Brasil, do satélite Simón Bolívar, da Venezuela.

Paralelamente, a Venezuela administra, com o BNDES, as condições para obter desse banco um empréstimo destinado a projetos de desenvolvimento, pelo que Chávez recebeu semana passada, em Caracas, o presidente do banco, Luciano Coutinho.

O governo venezuelano esperava que o debate sobre o ingresso da Venezuela no Mercosul estivevesse concluído antes do encontro na Bahia. A Câmara brasileira de Deputados já aprovou em dezembro passado a incorporação plena da Venezuela ao grupo.

A entrada da Venezuela nesse mercado integrado é vista como necessária pela importância "econômica estratégica" do país, sétimo destino das exportações do Brasil, mas alguns senadores da oposição, como o ex-presidente Fernando Collor, mostram-se reticentes e criticaram a "paulatina caminhada de Chávez rumo ao autoritarismo".

O intercâmbio comercial bilateral entre os dois países foi de 5,7 bilhões de dólares em 2008, com uma balança desfavorável à Venezuela, que importou bens no valor de 5,1 bilhão de dólares, segundo dados da Federação de Câmaras de Comércio Brasil-Venezuela.

Desde 2007, Chávez e Lula se reúnem trimestralmente para revisar os acordos de cooperação entre os dois países. O encontro presedencial anterior foi realizado no dia 16 de janeiro na Venezuela.

nn/jb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG