Chávez reitera intenção de fortalecer poder militar da Venezuela

Caracas, 24 jul (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, reiterou hoje a intenção de prosseguir com os planos de fortalecer o poder militar do país, através do aumento das atuais unidades de combate e da formação de outras novas.

EFE |

"O importante é seguir fortalecendo o poder militar da República, fortalecer a doutrina militar bolivariana, seguir fortalecendo as unidades e criando novas", disse Chávez em um ato oficial transmitido por rádio e TV.

Ontem à noite, em seu programa "Alô Presidente Teórico", Chávez anunciou a intenção de duplicar os batalhões de tanques e assinalou que esses planos foram comunicados oficialmente ao Governo da Rússia, principal fornecedor de armas da Venezuela.

A Venezuela comprou da Rússia nos últimos anos 100 mil fuzis AK-103, 24 caças-bombardeiros Sukhoi-30, e 50 helicópteros MIM-17, MI-26 e MIM-35.

O líder venezuelano liderou nesta sexta-feira um desfile militar na cidade litorânea de Cumaná, a cerca de 400 quilômetros de Caracas.

A exibição militar, da qual participaram dois mil soldados das Forças Armadas, navios, aviões de combate, helicópteros e veículos militares, teve duração de quase duas horas e meia, incluindo os discursos dos altos comandantes e do próprio líder.

Chávez reiterou nos últimos dias que os Estados Unidos e seus aliados em Colômbia e Israel configuram "todo um quadro de agressão contra a Venezuela", o que, como alertou, poderia derivar em uma "guerra". EFE gf/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG