Chávez, Raúl e Morales inauguram busto em homenagem a Bolívar em Salvador

Salvador, 17 dez (EFE).- Os presidentes de Venezuela, Cuba, Bolívia e Honduras fizeram hoje sua própria festa bolivariana na cidade de Salvador, depois de participarem da Cúpula da América Latina e do Caribe, realizada no balneário de Costa do Sauípe.

EFE |

O venezuelano Hugo Chávez, autoproclamado membro do "eixo do mal", termo cunhado pelo presidente dos Estados Unidos, George W.

Bush, para designar seus "inimigos", convidou o cubano Raúl Castro, o boliviano Evo Morales e o hondurenho Manuel Zelaya para se juntarem a uma homenagem a Simón Bolívar na capital baiana.

Chávez aproveitou a cúpula organizada pelo brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva para descerrar um busto de Bolívar em Salvador e, de quebra, fazer contato com o povo, o que nenhum dos quatro tinha feito na isolada Costa do Sauípe.

Diante de aproximadamente 200 simpatizantes do Movimento dos Sem-terra (MST) e do Partido Comunista do Brasil, que gritaram palavras de ordem em apoio a Chávez e à revolução cubana, o presidente venezuelano lembrou os 178 anos da morte de Simón Bolívar com a inauguração de um busto do chamado "libertador da América".

"Basta. Aqui, os Estados Unidos não mandam mais. Mandam nossos povos", proclamou Chávez em um discurso, no qual se referiu à cúpula regional como uma "das reuniões mais extraordinárias" de que participou.

O cubano Raúl Castro também aproveitou a ocasião para falar por alguns minutos das velhas lembranças que tem sobre a revolução que, em 1959, levou seu irmão Fidel à Presidência do país. EFE jrt/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG