Chávez quer se entender com novo presidente dos EUA

O líder venezuelano, Hugo Chávez, se declarou nesta quarta-feira disposto a conversar com o futuro presidente dos Estados Unidos para tratar de temas como a inflação mundial e a alta dos preços do petróleo.

AFP |

Em mais um discurso em rede nacional, Chávez disse: "Me informaram que a CNN está transmitindo. Saudações Mister (George W.) Bush, lhe falta pouco. Com o próximo presidente dos Estados Unidos estamos dispostos a conversar com respeito, a avaliar estes problemas (...) Vamos sentar e debater".

Chávez comentou as dificuldades econômicas dos Estados Unidos, especialmente o aumento dos preços dos alimentos e o crescente desemprego.

O presidente também se referiu ao atual preço do barril de petróleo, que deveria estar em 100 dólares, e não acima desta cotação, e voltou a atacar os biocombustíveis.

"Fomos um dos primeiros governos a reagir. Alertamos que uma das causas do aumento dos preços dos alimentos" era a produção de biocombustíveis.

"Usar milho e outros alimentos para produzir energia é algo horrível".

O barril do WTI para entrega em julho fechou hoje a 136,38 dólares, em alta de 5,07 dólares em relação à noite de terça-feira.

Chávez não descartou que o barril do petróleo "possa chegar aos 200 dólares", impulsionado por fatores como "as ameaças contra o Irã, tensões políticas e a queda do dólar".

A Venezuela é uma das principais beneficiadas pela alta dos preços do petróleo, já que exporta diariamente 2,7 milhões de barris.

nn/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG