Chávez quer que Obama explique o uso de bases militares na Colômbia

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, expressou seu desejo que que seu colega americano Barack Obama explique a utilização de bases militares colombianas pelos Estados Unidos por ocasião da próxima reunião de cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

AFP |

"Queremos, como pediu o Lula, que ele vá à cúpula da Unasul e nos explique o tema das bases", declarou Chávez em uma entrevista publicada este sábado no jornal espanhol Público.

Chávez se referiu à sugestão que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez no final de agosto para que Barack Obama se reunisse com os países da América do Sul para discutir o uso das bases militares colombianas pelos Estados Unidos.

O presidente americano declarou que vai estudar a possibilidade com sua equipe, conforme informou na ocasião o chefe da diplomacia brasileira, Celso Amorim.

Os ministros da Defesa e das Relações Exteriores da Unasul se reunirão na próxima terça, em Quito, para definir medidas com o objetivo de reforcár a confiança e a segurança na região, conforme acertado na cúpula do grupo em 28 de agosto, na Argentina.

Na véspera, o chefe do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, ofereceu ao presidente Chávez a colaboração de Madri para o diálogo entre a Venezuela e a Colômbia, durante breve visita do chefe de Estado latino à capital espanhola.

"Zapatero reiterou a Chávez sua disponibilidade de colaborar em tudo que for solicitado da Espanha para o diálogo entre a Colômbia e a Venezuela", informou a presidência espanhola em um comunicado emitido após o encontro, do qual Chávez saiu sem fazer declarações à imprensa.

As relações entre os dois países latinos atravessam um momento tenso pela decisão de Bogotá permitir o uso de bases colombianas por parte de militares americanos, com o que Caracas não concorda.

gr/fz/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG