Caracas, 5 mar (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, qualificou hoje de aceitável a posição do Governo espanhol depois da polêmica surgida com o caso aberto por um juiz espanhol sobre uma suposta relação entre o grupo terrorista basco ETA, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e a Venezuela.

"A resposta foi aceitável. Eles disseram que não pediram explicações, mas informações", disse Chávez. O presidente venezuelano acrescentou que "as coisas voltaram ao normal" em um discurso durante um ato com simpatizantes realizado em um bairro do oeste de Caracas. EFE rr/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.