Chávez promete falar de expulsão de Cuba na Cúpula das Américas

Caracas, 17 mar (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje que, durante a Cúpula das Américas, em meados de abril, abordará a exclusão de Cuba deste fórum regional.

EFE |

"Irei a uma cúpula onde estão a América Latina, os Estados Unidos e Canadá, mas não está Cuba. Teremos que discutir isso como 'ladies' e 'gentlemen'. Essa questão é inevitável", disse Chávez durante um discurso no canal estatal "Venezolana de Televisión".

A 5ª Cúpula das Américas acontecerá em Trinidad e Tobago, entre 17 e 19 de abril, e o governante venezuelano disse que o caso de Cuba estará entre os assuntos que serã abordados no fórum.

Segundo Chávez, o debate sobre o tema servirá para que todos conheçam a posição que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, tem a respeito.

"Estamos nos preparando para essa cúpula. Nossa artilharia está sendo preparada. Acho que os canhões vão ser ouvidos daqui, porque (Trinidad) é logo ali", acrescentou o chefe de Estado.

"O sr. Obama virá. Veremos com o que ele vem. Lá irão se definindo coisas como o bloqueio a Cuba", acrescentou o governante.

O bloqueio a Cuba também é "uma agressão aos povos da América Latina e do Caribe (...)", denunciou Chávez.

"Imagine, que coisa tão absurda e estúpida! Eles se acham os donos do mundo!", disse em outra referência aos EUA. EFE rr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG