Chávez prolonga feriado da Semana Santa para economizar energia

CARACAS (Reuters) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou nesta quarta-feira que o feriado da Semana Santa será de segunda a sexta-feira, três dias a mais do que o normal, para economizar energia diante da forte crise de eletricidade que o país atravessa. O governante não deu detalhes sobre a medida para a semana seguinte nem seus alcances, mas os feriados nacionais implicam o fechamento dos mercados e as atividades trabalhistas e financeiras normais, uma vez que empresários precisariam pagar um valor adicional aos empregados caso trabalhassem.

Reuters |

"Vem a Semana Santa. Decretamos feriado segunda, terça e quarta, toda a Semana Santa será feriado, o objetivo fundamental disso não é a preguiça, mas economizar energia", disse o mandatário num evento com esportistas transmitidos pela emissora estatal de televisão.

Apesar de o governo seguir aplicando medidas para aumentar o racionamento de energia, funcionários disseram que um eventual "colapso" no fornecimento seria impossível.

Os frequentes e prolongados cortes de eletricidade e água estão atingindo a popularidade de Chávez, que enfrentará eleições legislativas neste ano.

A Venezuela enfrenta uma prolongada seca causada pelo fenômeno climático El Niño, que reduziu a vital capacidade de geração hidrelétrica no país petroleiro.

(Reportagem de Eyanir Chinea)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG