CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou que foi uma grande vitória do povo, uma grande vitória da revolução, ao dirigir-se a seus seguidores do balcão do Palácio de Miraflores, após a vitória do sim no referendo sobre a reforma constitucional realizado neste domingo no país.

Reuters
Chavez discursa no palácio do governo

Um multidão partidária do governo venezuelano se concentra em frente ao palácio do governo para comemorar junto ao presidente, Hugo Chávez, a vitória do "sim". Ao grito de "Uh, ah, Chávez non se vá!" e com a explosão incessante de rojões como som de fundo, os "bolivarianos" entoaram o hino nacional venezuelano e saudaram seu chefe máximo, que os cumprimentava.

Chávez convocou na quinta-feira passada seus seguidores a se reunir em frente ao palácio presidencial para comemorar a vitória de sua proposta, que sempre deu por certa, porque assim lhe dizia seu coração, como expressou em seus discursos.

A aprovação da emenda, com 54,36% dos votos contra 45,63% do "não", eliminou a limitação constitucional de uma só reeleição para os cargos eletivos.

Com isso Chávez, que governa a Venezuela desde fevereiro de 1999, foi habilitado a concorrer novamente ao cargo de presidente nas eleições de 2012.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.